quarta-feira, 31 de agosto de 2016

Caso de sucesso: Novo laboratório de computação com Raspberry Pi's no Togo


Entre suas riquezas e conflitos o continente africano contém vários países que ainda são muito atrasados em questões tecnológicas. Com problemas de conflitos, fome, falta de água potável, muitos deles tem problemas maiores para se preocupar.

Apesar disso iniciativas tentam mudar esse cenário. Em 2014 publicamos com informações repassadas pela fundação, que Dominique Laloux havia criado o primeiro laboratório de Raspberry Pi's do Togo que contém um IDH estimado em 0,484 (2014). Havia sido informado também que em 2012 ele já mantinha um projeto em Kuma Tokpli com 25 computadores comuns doados e 75% dos professores nunca haviam utilizado um computador.

O novo laboratório, também em Kuma Adamé, foi construído reaproveitando um velho banheiro do local.


Algumas paredes foram derrubadas, novas janelas foram colocadas e paredes pintadas.




A parte elétrica, rede, mesas, foram feitas com ajuda de Seth, professores e estudantes. Em 4 semanas colocaram o local para funcionar pronto para o treinamento dos 25 professores.


O local é composto por 21 Raspberry Pi's Versão 2. Um deles é para a mesa do professor ligado a um projetor Optoma ML750 LED e os 20 restantes para os alunos.


Há ainda mais 2 notebooks, um ligado a um scanner e outro temporário de testes como um servidor LAMP e SAMBA. É possível ver inclusive o switch com os cabos na foto abaixo.


 Os equipamentos são protegidos contra quedas de energia por um UPS da APC.


Todas as máquinas rodam o Ubuntu MATE.


Dominique afirma no fórum estar convencido que o modelo de laboratórios com Raspberry Pi é a solução ideal para países em desenvolvimento com recursos escassos.

Sua meta atual é arrecadar fundos suficientes para criação de uma sala dessas por ano. Ele espera que outras comunidades queiram copiar o modelo e construir seus próprios laboratórios.

O Raspberry Pi foi um divisor de águas para esse tipo de implementação com seu baixo custo. Embora seu primeiro projeto tenha sido com computadores comuns doados é inegável a vantagem do baixo consumo de um computador como o Raspberry Pi para locais como esses.

Parabéns à todos os envolvidos.

Todas as fotos do novo laboratório podem ser vistas aqui: https://drive.google.com/drive/folders/0BzCcaUe45-K1WC00VUlINXAyVmM

Vale a leitura: Um tempo atrás houve também um caso de sucesso de utilização do Raspberry Pi 3 em uma biblioteca nos Estados Unidos.

Fontes:
https://www.raspberrypi.org/blog/building-computer-labs-in-western-africa/
https://www.raspberrypi.org/forums/viewtopic.php?f=48&t=158389

3 comentários:

  1. Boa iniciativa, somente assim levaremos oportunidade a tais regiões e pessoa. Parabéns mesmo.

    ResponderExcluir
  2. caraca que lindo, se tivesse um esquema pro role rolar legal mesmo

    ResponderExcluir