sábado, 19 de outubro de 2013

Raspberry Pi como servidor 24x7

Como devem ter notado, muito do que iremos falar por aqui é relacionado à experiência que estamos tendo em usar um Raspberry Pi como servidor ininterrupto, inclusive os problemas que surgiram pelo fato de ser um hardware de baixo desempenho. A idéia de se usar o Raspberry Pi como servidor por aqui veio principalmente pelo baixo consumo.

Inicialmente nosso servidor usava um simples case feito de lego.

Raspberry Pi lego server

Raspberry Pi Lego Server 2


Agora nosso server está montado sobre um case stack de acrílico que, futuramente, poderá acomodar mais placas.

Raspberry Pi Stack Server

Ele dispõe de um sistema de UPS/Nobreak que o mantém ligado por cerca de 6 horas em iddle caso haja queda de energia, algo que demonstrarei como foi construído em outro post.
Apesar de já ter atingido uptimes de 70 dias, hoje está com uptime de:
17:51:20 up 24 days, 11:34,  1 user,  load average: 0,37, 0,12, 0,08

Isso se deve ao fato de updates e outros fatores, mas podemos dizer que está rodando de forma estável em todos esses meses e nos servindo muito bem.

Como fonte usamos uma de PSP 5v 2A e contém um display LCD TFT de 3.5" que já foi demonstrado em um post anteriormente, mas que infelizmente é ligado via RCA.

O cartão é um microsd de 2GB com adaptador. (update: trocamos para um microsd de 8GB)








Arduino Intruso(rsrs)


 LCD 3.5"




 Raspberry Pi

 Circuito UPS

 Bateria




Rodamos ircd+ssl, lighttpd+gitweb, git, ssh, etc.

Apesar do Raspberry Pi não ter sido desenvolvido com esse foco, ele tem se mostrado um ótimo hardware para um servidor básico de baixo desempenho.

Atualização: Problemas com cartão MicroSD.

15 comentários:

  1. Excelente matéria. Não conhecia o assunto, mas agora vou passar a acompanhar. Parabéns!

    ResponderExcluir
  2. o que vcs podem dizer sobre o Parallella by Adapteva?

    ResponderExcluir
  3. Cleiton infelizmente não tenho um em mãos, mas tenho acompanhado o projeto junto com alguns amigos também interessados desde o kickstarter, e sempre nos perguntando se dependendo do foco não seria melhor uma GPU na questão custo benefício. Mas se eu ou algum conhecido adquirir farei questão de fazer um review.

    ResponderExcluir
  4. Caros, também tenho tido uma excelente experiência ao utilizar o RPI como servidor dedicado, no meu caso rodo ssh server + File Server (Samba) + Torrent Client (transmission). Fucniona maravilhosamente bem, vejam o gabinete customizado !
    http://blog.rmerces.com/2013/02/raspberry-pi.html

    ResponderExcluir
  5. Olá amigo, bacana o seu blog. No inicio do ano eu adquiri 2 RPI e ja me diverti bastante com eles. Um fixa fixo na minha casa rodando OpenElec e o outro uso para hospedar serviços dentro de um Datacenter. De todos os serviços, o pior desempenho dele foi rodando Wordpress com banco MySQL local. Porém para hospedar um simples site dinamico sem banco de dados funciona perfeitamente. O ultimo uptime do meu RPI foi de 79 dias. Desliguei para atualizar para o archlinux. Gostei da ideia de rodar um servidor de IRC. Poste como você fez a configuração por gentileza. Será meu proximo servidor. :D
    Parabéns pelo blog.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Urik, foi ruim até que ponto o desempenho com WordPress+MySQL? Inutilizável? Postarei sim e obrigado.

      Excluir
  6. Olá czar,
    Não chegou a ser inutilizável, porém com a instalação básica do Wordpress o load average aumentou consideravelmente ficando constante na media de 0,60 e começou a travar constantemente, coisa que não acontecia antes. Essa experiência foi ainda com o raspbian wheezy 2013-02-09 e a instalação ocorreu como descrito no blog do Brivaldo > http://blog.bibliotecaunix.org/?p=1146.
    Com o ultimo wheezy estavel (2013-09-25) ainda não testei. Hoje acabei de voltar meu RPI à ativa pra tentar rodar um IRC.

    ResponderExcluir
  7. Olá, excelente matéria...
    Gostaria de fazer um parecido e queria fazer com a bateria, poderia me passar como montou o UPS com bateria ?
    Obrigado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estou pra fazer um how to sobre isso, mas você pode pegar o esquema aqui http://tsar.in/hardware/raspups.png
      É meio que um rascunho, as referencias dos diodos não são necessariamente aquelas(mas os tipos sim, se estiver schottky é preciso usar o mesmo), mas é preciso usar os que aguentem tensão/corrente, o projeto não é 100%, mas funciona em 99,99% dos casos, precisa de melhorias e correções, pois tem que se levar em conta que não estou usando nenhum periférico, só ethernet, explico: o problema é que é preciso manter a tensão/corrente enquanto o circuito da bateria faz o switch de carregando no input para descarregando no output para que o Raspberry Pi não desligue/trave/whatever nesse intervalo, e como o projeto foi feito e testado só usando ethernet no rpi, não sei como se comportaria no caso de ter mouse/teclado ligado puxando mais corrente.

      Excluir
  8. Boa tarde czar,

    Onde adquiriu essa case??

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foi feito em casa mesmo, tem um post com as instruções http://everpi.tsar.in/2013/10/construindo-um-case-stack-de-acrilico.html

      Excluir
  9. Eu também estou com algumas idéias bem interessantes, mas estou deixando amadurecer os fóruns sobre aquele tal de Parallella. É mais caro que o Pi mas pela proposta, vai ser mais “rápido”.

    Tenho idéias de fazer algo +- como esse servidor, porem gostaria de deixar rodando algum projeto BOINC, já vi inúmeros fóruns falando sobre, não sei se aqui no site tem, mas pelo que vi, não é nada de surpreendente o Pi rodando esse tipo de programa, mas, meu projeto, também inclui essa maquininha rodando com energia solar, o que já tem na internet também =D Afinal, 5W é um aparelho elétrico para espantar mosquito =D

    Sem falar que depois que fiz meu celular rodar Boinc, não duvido mais nada, o que não deve ser muito diferente no Pi, digo hardware e tempo de processamento, já que software é muito diferente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já tem gente rodando o BOINC no Raspberry Pi sim, o problema é que poucos projetos suportam( compilam ) para ele. Acho que será interessante se futuramente esses projetos que suportam rpi começarem a suportar processamento na GPU dele, algo que está se tornando bem promissor atualmente http://blog.everpi.net/2014/06/raspberry-pi-algoritmo-sha-256-gpu-gpgpu.html

      Excluir
  10. Curti o esquema heim, ja vi o Jovem Nerd dizendo que o bkp deles é feito com RPis. Gostei muito do suporte na foto, onde será que eu acho placas de acrílico para fazer uma dessas?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá João, no meu caso eu utilizei um acrílico usado que eu já tinha, mas você pode encontrar pela internet ou em vidraçarias.

      Excluir